O que fazer depois de um curto-circuito
By Esgotecnica / EletricidadeManutençãoReparos / 0 Comments

O que fazer depois de um curto-circuito

No caso de acontecer um curto-circuito, você sabe o que fazer depois? Continue com a gente para descobrir mais sobre esse assunto e aprender como se proteger e se precaver.

A eletricidade está presente na grande maioria das residências e comércios em áreas urbanas. Enquanto esse é um fator fundamental para garantir o funcionamento de diferentes tipos de equipamentos, alguns são cruciais para o dia a dia, como a geladeira.

A Eletricista Esgotecnica conta com uma equipe profissional para atendimento 24h para garantir que você sempre resolva seus problemas com curto-circuito.

A eletricidade, apesar de essencial, é um elemento perigoso e que pode causar graves incêndios em questão de segundos. Por isso, você não pode esperar para ter uma solução completa.

Com atendimento imediato, você poderá ficar tranquilo garantindo a sua segurança e sem ter dor de cabeça.

Para ajudar nossos clientes a se manterem ainda mais seguros, estamos elaborando este artigo para mostrar o que você precisa fazer depois de um curto-circuito.

Como identificar um curto-circuito

O curto-circuito pode ser caótico e imediato, soltando faíscas e criando princípios e incêndio em tomas, equipamentos, disjuntores e em interruptores. Porém, nem sempre esse é o caso e é justamente nos curtos mais escondidos que mora o perigo.

Um curto pode acontecer por vários dias, aos poucos prejudicando a parte estrutural da residência ou então os equipamentos. É preciso saber quais são os sinais de um curto-circuito, dos mais evidentes até os mais escondidos.

Os principais sinais de um curto circuito são:

  • Cheiro de queimado – Geralmente este é o primeiro indicativo de que há algo errado com alguma instalação ou equipamento eletrônico. Esse sinal é bastante perceptível, afinal, o curto acaba queimando e derretendo as partes de borracha que protegem os fios. Sendo assim, você consegue sentir aquele cheiro de plástico queimado sempre que utiliza o sistema com curto ou equipamento com defeito.
  • Tomadas manchadas – Ao causar a queima do plástico (que tem fumaça preta) toda a parte da estrutura que está próximo acaba manchando. Ou seja, fios, tomadas, interruptores e até mesmo a parede podem ficar com aquela aparência preta característica de plástico queimado.
  • Lâmpadas e equipamentos com tempo de vida útil reduzido – A sobrecarga elétrica pode fazer com que os equipamentos parem de funcionar pelo tempo determinado. Se você está notando que algumas lâmpadas queimam muito rápido, o u tem equipamentos eletrônicos que estragam com frequência, é provável que haja um curto.
  • Quedas de energia constantes – Geralmente quando há um curto circuito em um imóvel, existe uma queda de energia constante, muitas vezes causada pelo desarme do disjuntor. O disjuntor sempre desarma quando há superaquecimento e o superaquecimento é causado por curtos em diferentes pontos da rede elétrica.

E ao notar esses sinais, o que fazer?

O que fazer depois de um curto-circuito

A eletricidade é perigosa, como já falamos neste texto. Portanto, se você não tem nenhum conhecimento sobre eletricidade a dica é nunca tentar resolver o problema sem ajuda profissional.

Caso tenha notado um curto-circuito, o melhor a se fazer é deixar de usar o sistema que está apresentando problemas e chamar ajuda o mais rápido possível.

Existem diferentes problemas que podem causar um curto circuito. Um simples parafuso mal apertado é o suficiente para fazer um disjuntor superaquecer ou então até fazer um chuveiro parar.

Em situações mais graves, o problema pode estar em fios soltos e desencapados que estão encostando um no outro. Nesses casos o risco é maior, já que a pessoa pode acabar encostando no fio e fechando o curto, causando acidentes fatais.

No caso de não descobrir onde exatamente está o curto-circuito, tente desligar a chave geral e chamar um eletricista profissional.

Vale lembrar que mesmo com um disjuntor para garantir a segurança da rede, não é incomum que os fios não suportem o curto e acabem derretendo. Isso é um grande causador de incêndios de grande escala.

Fique de olho no disjuntor

Muito mais do que um sistema de proteção, o disjuntor também te avisa sempre que tem algo errado com a rede elétrica. Se você sempre faz uma atividade que desarma o disjuntor, pode ter certeza de que algo nesse sistema está em curto.

Desde usar o chuveiro até ligar um eletrodoméstico novo. Nunca ignore os sinais do disjuntor. Esse importante sistema de segurança nunca deve ser ignorado.

Portanto, sempre que o disjuntor cai, não ligue ele novamente sem tentar encontrar a causa do problema.

Chame a Eletricista Esgotecnica

Sempre que notar problemas e curto-circuito, chame a gente para poder resolver o problema e garantir a segurança sua e da sua família!

Para garantir as melhores instalações e reparos elétricos, você pode contar com todo o conhecimento e experiência da Esgotecnica! Contamos com profissionais treinados e equipes 24h para resolver qualquer curto, sem dores de cabeça.